Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2017

500 ANOS DA REFORMA: INTERNET, A MODERNA PRENSA DE GUTEMBERG.

Há sete anos atrás, quando criei esse blog, eu não imaginava que uma ideia aparentemente tão utópica pudesse tonar proporções tão grandiosas. Eu não fui o único a pensá-la, na realidade a minha contribuição é minúscula no cenário cristão, mas tenho feito um pouco pelo progresso da pregação pura e genuína do Evangelho. Como Deus irá usar o meu trabalho eu não sei, o que importa é que está tudo à disposição dele.  Foi algo mais forte do que eu. Quando assisti a um pequeno devocional ministrado pelo reverendo Hernandes Dias Lopes, em uma manhã de domingo, meu coração ficou profundamente impactado por uma frase que ele repetiu diversas vezes: "Precisamos de uma nova reforma". Quando comecei a estudar mais sobre história da igreja, doutrinas da graça, reformadores e todos o desdobramento, facilmente cheguei a esta conclusão: Estamos precisando disso outra vez. Ouvir o pastor reverberar meu pensamento naquele dia só me encheu de entusiasmo. Estou no caminho certo! Logo eu, vindo …

O Difícil caminho da Reforma - II

Leia a primeira parte clicando aqui.
A IGREJA "HUMANOCÊNTRICA"
A nossa sociedade vive sob a forte influência do espírito iluminista. Tal influência não deveria ter penetrado na igreja, porém observamos que não apenas a influencia com também está se arraigando cada vez mais no coração da cristandade. Na época da Reforma os cultos eram reconhecidos pelo seu caráter cristocêntrico. Foi uma reviravolta radical dada pelos reformadores que, com isso, estavam condenando veementemente a missa romana. A pomposidade da cerimônia romanista foi deixada de lado, a não ser pelos anglicanos que ainda insistem em preservar alguma coisa dela, mas ainda assim o que prevalece no pensamento de boa parte do protestantismo é o rompimento com as práticas e costumes da Sé romana.
Sem dúvida alguma Calvino foi quem mais contribuiu para a simplicidade das reuniões dos cristãos. Muitos nem sabem, mas o formato e liturgia dos cultos de hoje são consequência do princípio regulador estabelecido em Geneb…