Pular para o conteúdo principal

Textos Prediletos - Gênesis 12.1,2



Então o Senhor disse a Abrão: "Saia da sua terra, do meio dos seus parentes e da casa de seu pai, e vá para a terra que eu lhe mostrarei."Farei de você um grande povo, e o abençoarei. Tornarei famoso o seu nome, e você será uma bênção. Gênesis 12:1,2

Eu acho interessante como em toda a Escritura Deus é apresentado como sendo onipotente, soberano e merecedor de honras e glória. Mas também vejo que em alguns momentos ele coloca alguns dos seus escolhidos em destaque para com isso cumprir os seus propósitos.

Abraão (que no texto ainda se chamava Abrão) era um homem comum que vivia numa comunidade primitiva em Ur, considerada a cidade mais antiga do mundo, na região onde conhecemos como Iraque. Provavelmente esse homem vivia cercado pela idolatria, acreditasse em vários deuses. Não temos como saber se ele teve acesso a alguma informação que o levasse ao único e verdadeiro Deus. O que sabemos é que o SENHOR resolveu se manifestar a ele e colocá-lo como protagonista de um história que repercutiria milhares de ano depois dele.

Reparando bem, Abraão se tornou o ponto de partida das três religiões monoteístas do mundo: O judaísmo, o cristianismo e o islamismo. Todas elas reivindicam ligação direta com este personagem. A frase "Tornarei famoso o seu nome" é muito curiosa, ainda mais pelo fato de percebermos que realmente o nome Abraão é famoso por toda a terra. Ele tornou-se referência no quesito fé. É muito comum falarmos na "fé de Abraão" e a própria Bíblia o chama de "o pai da fé".

O que eu quero dizer com tudo isso é que no Reino de Deus existe aqueles a quem ele vai destacar e elevar acima dos outros. A fama hoje é muito procurada, desejada e incentivada. Quando alguém sabe fazer algo diferente ou extraordinário logo é estimulado a procurar mostrar isso na mídia, principalmente na internet. O objetivo é ser admirado, ganhar reconhecimento, dinheiro, prestígio e um dia tudo isso vai embora. Quando, porém, Deus exalta e engrandece a alguém é para que este alguém desempenhe um papel importante e execute um propósito preestabelecido.

Deus abençoa a alguns para crescerem e realizarem grandes feitos para abençoar a outros com isso (vs 3). Ele também mostra que não há sucesso e ascensão sem ele. Se Deus nunca tivesse aparecido a Abraão e feito uma aliança, ele teria morrido em Ur junto com todos os seus parentes e nós nunca saberíamos quem ele foi. É Deus quem "exalta" o homem, para que através deste, ele mesmo seja exaltado. Se somos colocados em posição de destaque, devemos reconhecer que isso é uma dádiva de Deus e que há um propósito para que assim seja.

Seja na fama ou no anonimato somos chamamos para servir ao SENHOR e glorificá-lo com nossas obras e atitudes.


Pb. Samuel


Comentários